sábado, 6 de agosto de 2011

Modinha Desiludida













Modinha Desiludida
nelson antonio

5/8/11


Onde foi o menino que cantava
À namorada escondida em seu coração?
Pra onde foi a menina que sonhava
Encantada com aqueles versos vãos?

Trôpego caminhante da vida
Trago de mim só espinhos
E pétalas de saudade recolhidas,
Pedaços de mim pelos caminhos...

No peito em súplica condoído
Versejo o que a vida me inspira
Prum amor insensível de mentira ...

Torna-se triste esta ilusão risível :
Encontrar ainda a paz e um abrigo
Preste Amor num coração impassível !