quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Por que os homens perdem a tesão ?



Por que os homens perdem o tesão?




Uma dos momentos mais difíceis da vida de um casal é quando o tesão de um dos cônjuges diminui ou mesmo acaba.
Alguns fatores que diminuem o desejo sexual, como a falta de cuidado um com o outro, a falta de atenção, os problemas de comunicação, as brigas constantes, a falta de empatia e de compaixão, a falta de admiração e de respeito, disputa de poder na educação dos filhos, os valores divergentes, falta de tempo a dois e todas aquelas coisas do dia-a-dia que desgastam a relação.
Além dos fatores citados acima, se destaca às questões relacionadas à falta de tesão por parte da mulher.
Muitas vezes, quando o homem perde o interesse pela relação sexual, ou não consegue manter uma ereção é comum que a parceira se sinta rejeitada ou que pensamentos povo em sua mente, como por exemplo, “ele tem outra mulher”.
Na verdade, vários são os motivos que podem estar afetando a libido masculina.
A falta de desejo pode ser dar por inúmeros fatores como baixa de testosterona e/ou uso de medicamentos, baixa autoestima, ansiedade, cansaço, estresse.
O cansaço excessivo e o estresse no trabalho são as causas principais para a diminuição do desejo sexual masculino, ejaculação precoce ou dificuldade para manter uma ereção.
Isto se dá porque o estresse e o cansaço provocam alteração no humor o que acarreta brigas entre o casal, falta de interesse em investir na relação, baixa energia para o lazer e baixa libido.
Outro fator relacionado com as disfunções sexuais é a ansiedade. A vida moderna, com suas diversas demandas, cobra um preço árduo ao exigir de todos uma alta performance profissional, física e até sexual. Somos observados, comparados, avaliados o tempo todo e isto gera um grande desgaste psíquico conhecido como ansiedade. Em uma sociedade voltada ao consumo exacerbado e o acúmulo de riquezas, onde as relações interpessoais se tornam cada vez mais distantes e virtuais e a cobrança por resultados é um fator constante na vida das pessoas, é quase impossível que a ansiedade em excesso e altos níveis de estresse não se instalem.
Por isto, na relação a dois, a melhor ferramenta é sempre a comunicação. Detectado uma falta de desejo sexual, ao invés da parceira alimentar sua mente com um tanto de ideias errôneas e pré-julgamentos, é importante tentar buscar informações diretamente com o parceiro. Ter interesse pelo o que acontece no mundo do trabalho, as principais pressões e os medos associados podem ajudar o casal a entender o que está acontecendo e, juntos, encontrarem soluções para os problemas.
Para saber se você está sendo vítima do mundo moderno responda, abaixo às questões, considerando os últimos seis meses.
  1. Na maior parte do tempo sinto-me no limite, como se fosse explodir.
  2. Sinto que o tempo não é suficiente para todas as coisas que preciso fazer.
  3. Meu humor mudar de repente e coisas simples me tiram do sério.
  4. Sinto-me tenso e estressado grande parte do tempo.
  5. Minha mente não para de pensar e acabo me distraindo das minhas atividades.
  6. Tenho sentido reações físicas, como taquicardia, aperto no peito, dor de estômago / cabeça, tonturas, dificuldade em respirar entre outras.
  7. Sinto que há algo errado comigo.
  8. Sinto-me insatisfeito com minha vida em geral.
Se você respondeu sim para a maioria das perguntas é bem provável que sua falta de tesão esteja relacionada à ansiedade excessiva ou ao estresse.
Neste caso, o melhor a fazer é contar com a ajuda de um profissional e iniciar atividades que promovam bem-estar e relaxamento.
Uma vida sexual prazerosa e de qualidade melhora a qualidade de vida, reduz o estresse, aumenta a autoestima, aumenta a conexão entre o casal e afeta positivamente o desempenho no trabalho.
Então não abra mão de viver uma vida em sua plenitude. Se você já identificou que algo não vai bem, busque ajuda de um terapeuta sexual.

Autora: Andréa Aguiar
Psicóloga Clínica da OP Brasil

domingo, 1 de janeiro de 2017

Falem comigo diretamente: drnelsonantonio@gmail.com

CONFIDENCIAL - Dúvidas?Amigos, encaminhem apenas  para meu email particular, drnelsonantonio@gmail.com  que responderei por lá assim que possível para evitar exposição de vocês pùblicamente. ( Releiam o texto, ele é autoexplicativo! Não respondo mais por WhatsApps.)