quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Médicos também adoecem... e morrem! Ou vencem!




Médicos também adoecem... e morrem!

Morremos a cada dia, a cada hora, em todas as horas...
Primeiramente, muito obrigado, um obrigado amigo do fundo do meu combalido coração.
Sei que você se preocupa muito comigo, já me pegou triste e choramingando escondido pelos cantos da vida, às vezes em versos. E às vezes vem a pergunta:
- Que se passa com você? Por que está assim? Conta-me o que lhe acontece. Ofereço-lhe meu ombro amigo, amigo...
Entenda, antes de tudo que sou doente antes de ser médico. Sou um doente médico e não o contrário. E tento me cuidar quando isto ainda é factível. Até quando ? Não sei. Vivo de teimosia.
Em 2007, tive dois acometimenos cardíacos sérios que redundaram em 4 stents intracoronarianos, em duas intervenções consecutivas num prazo de 6 meses.Foi descartada a abertura do coração para colocação de pontes pois meu risco era enorme de complicar e morrer. Eu estava em isquemia cardíaca grave à beira da morte. Você conhece alguém que tem QUATRO molas dentro dos seus vasos intracardíacos e leva uma vida normal, inclusive a esportiva ( 3 X semama)? Sou eu... Foi uma vitória da vida pois estou totalmente recuperado.
Tive um câncer de próstata que levou a uma retirada da próstata, da vesícula seminal, linfonodos pélvicos e grande parte da uretra. Mesmo com sonda vesical, sangramentos intermitentes, debilitação física e mental , continuei - após 30 dias de afastamento- a levar minha vida normalmente, inclusive a esportiva jogando com sonda embutida dentro do calção, levando boladas onde não devia mas também acabei vencendo esta mazela. Ganhei alguns Torneios e muitos amigos que me ajudaram demais, principalmente os do Clube Minas Gerais que me insere. Depois do tratamento, ajustei as coisas todas, inclusive a sexual pois a cirurgia prostatica exige medidas terapêuticas que foram tomadas, pois sexo é vida! Estou apto apesar de não estar tão ávido como os velhos lobos! Afinal, Deus não dá asas às cobras... e sou coração sempre!
Além destas mazelas, também tenho a Síndrome Metabólica com alterações na tiróide ( Síndrome de Hashimoto - a tiróide foi consumida pelo próprio organismo ) e hiperdislipidemia ( colesterol e gorduras lá no céu ) , e um Diabétes Tipo II, o que me obriga a tomar medicamentações diárias suplementares . No entanto, sou muito disciplinado e, mesmo com uma carrada de medicamentos diários, levo uma vida normal em todos os sentidos. Já em 1967 tive tbc pulmonar e aprendi a lutar!E vencer!
Infelizmente,lutei com uma degeneração grave e angustiante na coluna lombosacra, o que me trazia muita dor e desconforto postural. Uma retrolistese de L5 sobre S1 ( cavalgamento vertebral) comprimia meu canal medular e me dava fisgadas constantes e lancinantes dores agudas, principalmente quando em decúbito dorsal ( deitado ) prolongado . Pensou-se até em metástase do câncer prostático . Então, fiz todos os exames possíveis, inclusive tomografias e ressonâncias magnéticas, que me sugeriram uma cirurgia com colocação de pinos nas vértebras acometidas mas com o risco de ficar eternamente cadeirante ou incapacitado de andar normalmente. Optei por viver a vida mesmo com os episódios dolorosos na coluna. Quem sofreu de Amor sabe que todas as outras dores são menores, mesmo a do parto e da cólica renal.. Então deixei para qualquer dia uma fisioterapia rigorosa e RPG para descompressão e não agravamento do meu caso. Devo-me esta obrigação de zelar por mim mesmo! Não desmazelar...
Como você vê, pessoinha querida que me lê , sou um exemplo de superação e não é qualquer coisinha que me abate. Sempre passei isto para minhas clientes e, mesmo nas terminais, a esperança e a determinação é que nos tornam merecedores de estarmos por aqui vivos. Quando entro nos consultórios dos meus médicos assistentes que me vigiam a vida , através de rigorosos controles anuais, tenho a certeza absoluta que ainda vou muito longe.. Por isto cada dia para mim é uma dádiva pois , como médico , sei que estou vivendo ALÉM do combinado. Cada dia que acordo e lavo o rosto é com um sorriso que eu brindo mais um dia de vida. E o cara lá do espelho é uma criança felicíssima apesar dos seus jovens mas envelhecidos anos ... Sou um idoso, não um velho! Às vezes acho que sou as duas coisas juntas! Principalmente quando sou só reclames.
Filosoficamente falando não é a quantidade de vida que nos interessa ou nos faz felizes. Mas sim a QUALIDADE dela. É o que você faz por aqui, suas atitudes em prol do outro , seu determinismo de vencer os problemas seus e os dos que te carecem. Nasci para servir e não para ser servido. Isto é o lema de minha vida de médico social. Sem isto a vida não tem qualquer sentido para mim e eu levaria por aqui apenas uma vida vegetativa e inútil. Pra que viver então? Pense bem, nós vivemos uns míseros anos por aqui na Terra e todos vamos ficar infinitamente, por trilhões versus trilhões de anos, mortos ! Como eu digo sempre, voltaremos a ser poeira cósmica como aqui chegamos! Por isto questiono tanto estas colocações religiosas de reencarnação , ressurreição, vida eterna pós-morte ... Para mim , isto é uma louca e desvairada utopia e ninguém jamais voltou ou voltará para contar a história. É a soberba e prepotência do homem que o faz querer ser filho de um Deus, criado por ele mesmo, e com o óbulo da eternidade dada por Ele. Muito admiro os que têm a irracionalidade de acreditarem nisto quando a Natureza está aí, gritantemente a olhos vistos, a nos mostrar a nossa insignificância ante a inexorabilidade das leis naturais de que " na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma " , conforme princípios da conservação da matéria enunciada por Antoine-Laurent de Lavoisier ( 1743-1794 ). Apenas a criogenia admite , através do DNA e da cópia da memória de um indivíduo, a volta à vida de um corpo morto há séculos ( onde caberia tanta gente?) . É o único caminho possível que nosso Deus usaria para ressuscitar os bilhões e bilhões de mortos, conforme pregam as profecias bíblicas. Aí, Fé e Ciência dão as mãos. Saem do paralelismo pragmático e se encontram, finalmente. Vejam no vídeo e repensem suas vidas:

http://www.youtube.com/watch?v=P3NpHryB-fQ

Apesar de tudo que lhe conto, em confissão sem sentido talvez procê, estou bem. Mas no fundo do poço tem uma mola!Expondo meu momento, eu não escondo a minha dor de viver!Afinal, médicos também adoecem... e morrem ! Ou sobrevivem, vencendo !
Meu abraço,
nelson antonio

PS - Aqui em casa se vai indo, lutando com o que nos resta de forças espirituais para restituição da saúde físico-emocional de todos nós. Espero, também, que o meu filho Rafael, adoentadinho, ainda seja muito Feliz. O nome é de anjo. Como ele...

" Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro." Clarice Lispector

3 comentários:

  1. Meu querido, Doutor Nelson
    Você realmente não existe. Uma pessoa com todas essas qualidades, conhecimentos, atitudes e gestos é mesmo uma raridade. Este seu depoimento de ontem, nos prende e nos emociona. Mas, acima de tudo nos chama à realidade.
    O que aprendi com este texto supera todas as aulas que tive em todos os cursos formais e informais.
    Você úma pessoa DIVINA.
    Viva bastante para nos ensinar ainda muito.
    Verly 24-7-11

    ResponderExcluir
  2. Meu querido amigo Dr. Nelson...
    Que bom que vc é um lutador! Só por isso já faz especial... Está vivo e há de continuar vivo por muito tempo ainda... pode acreditar que muitos neste mundo precisam de vc... então a sua luta diária de vida é válida mesmo!
    Qto ao Sérgio Cortela... adoro as palestras dele... homem muito inteligente! E concordo com ele que somos uma poeirinha no meio de tanta coisa que existe por ai em nossa galáxia... mas, ainda assim creio que de alguma forma somos importantes isso por somos ÚNICOS! Só existe um Dr. Nelson, uma Andréa, um de cada um... e isso faz toda a diferença... pq qdo este único Dr. Nelson deixar de existir - certamente fará falta pra muita gente! E esta Andréa tb vai fazer falta ai pra uns e outros... então concluo que somos uma poeirinha, mas uma poerinha importante.... nem que seja pra um único outro!
    Vc é importante pra mim meu amigo!

    Bjs e se cuida mesmo!
    Dredre
    *

    ResponderExcluir
  3. É bonito ver a sua força e a doçura com que conduzes a vida, apesar de tantos percalços.

    Já sabia que era um médico galante e gentil, mas não sabia que além disso também era um artista e um exemplo de luta e esperança.

    Obrigada por compartilhar suas experiências conosco. Obrigada pelos comentários lá no blog.

    Abraço!

    ResponderExcluir