sexta-feira, 25 de maio de 2012

Sorri - Djavan

Um comentário:

  1. Sorri...porque a memória do tempo passado invade o presente,
    presente que invoca recordações de tantos desejos,
    onde o que estava perto parecia tão difícil e onde o mais difícil,
    era quase impossível.
    Mágico tempo que joga com nossos destinos e sem que soubéssemos, cruza outra vez nossos caminhos, de uma maneira inesperada mas certeira, como um relógio, alinha planetas e reescreve o que perdemos.
    Tantos anos sem saber, sem saber se eras feliz, se a vida foi amável contigo,tanto tempo de não saber...
    E, um dia, sem querer, te encontro..e o que vejo é mais do que minhas recordações...fico sem palavras e me movo pelos territórios dos instintos para poder falar contigo.
    Tudo sucedeu de repente,como os raios que caem numa tormenta sem chuva, marcando o que virá depois...e ficamos imóveis, respirando, quase afogados, sem alento...com cara de nada,
    electrizados no delírio dos antigos desejos!
    G.

    ResponderExcluir