domingo, 12 de dezembro de 2010

Poema à Renatinha - Flor


Poema à Renatinha - Flor
Nelson Antonio
Sexta-feira da Paixão, 25-03-2005


Deus não quis me dar um filho e abrí
Meus tenros braços para a Medicina,
Confiando meu corpo a mãos tão gentís
Que me prometiam acabar com aquela triste sina.


Tocaram meu corpo com suavidade
Vasculharam meus órgãos delicadamente
Mas sob a peja da cruel fatalidade
Sepultaram-me e ao meu sonho inocente.


Hoje, sou planta-flor deixei de ser humana
Vegeto nutrida a tubos que me mantêm
Enquanto a justiça dos homens não me vem.


Como podem culpar as Santas mãos de Deus
Se foram outras as mãos que me fadaram
A ser a espia de todos os crimes seus?



........................................................................
COMENTÁRIO:

Grande Nelson
Emocionado lí e relí o poema para a minha filha RENATA.
Á tarde fui na cama hospitalar dela e lí todinha para para ela no pé do ouvidinho dela.
Grato pelo Enorme carinho
muito bom domingo e semana

felipão,pai da Renatinha, vítima de erro médico

o site novo dela está logo abaixo É O QUE ESTÁ VALENDO www.erromedico.org/renata.htm

.......................................................................

" ...Como podem culpar as Santas mãos de Deus
Se foram outras as mãos que me fadaram
A ser a espia de todos os crimes seus? " nelson antonio, o poeta




Como o amigo Felipão sabe, minha poesia não é apenas para falar de amenidades e retóricas poéticas românticas mas também para bater de frente na dura realidade que destrói a vida de uma pessoa linda e jovem como a Renatinha, vítima incontestável de uma incompetência médica que a deixou em estado vegetativo , dizimando os seus ideais de ser mãe e receber os beijos merecidos nos Dias das Mães, nos segundos domingos de maio, o mês de Maria , nossa Mãe Santísima! Tenho vergonha de ser médico quano vejo tanto despraparo por aí, colegas correndo como loucos atrás de dinheiro e fama, quando o médico nasceu para servir e não para ser servido. Sou um crítico voraz do despreparo na formação médica pois sou pós-graduado e doutorado em três especialidades médicas, além de uma centena de cursos de aprimoramento profissional médico , e Deus sabe o quanto luto para me aprimorar a cada dia e não fazer mal aos que colocam suas vidas em minhas mãos humanas.
Mesmo exercendo a docência exaustivamente , formando opiniões em minhas aulas e Palestras semanais para todos os tipos de pessoas, e sobre uma gama enorme de assuntos médicos, nunca perco a humildade de saber que " só sei que nada sei ", como me ensinou Sócrates.
Não sou melhor que ninguém mas tenho certeza absoluta que JAMAIS cometo um ato médico para o qual não estou exaustivamente preparado e dominando bem a metodologia ou técnica requeridas. Hoje mesmo, há instantes, fui requerido para uma grave intervenção numa gestante com patologia fetal grave que a maioria dos médicos mal conhecem. A vida da gestante e do feto de 7 meses correm perigo imimente de vida e aceitei mais este desafio pois sinto-me preparado para enfrentá-lo. Que Deus abençoe e dirija minhas mãos para conseguir cumprir meu mister divino de salvar vidas. Ou de colocar na vida, com vida, a vida das pessoas ...como coloquei três filhos no mundo , nascidos pelas minhas próprias mãos de obstetra. Fui o médico parteiro e o pai de meus abençoados filhos Cris, Rafa e Leo....
Meu beijo a todos,
nelson antonio, o médico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário