quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Porto Seguro


PORTO SEGURO...
nelson antonio


Não quero ser uma simples

Passagem em sua vida,

Nem tampouco um vendaval capaz

De tirar você do seu porto seguro...

Prefiro ser o momento inesquecível

Que você jamais viveu...

Não quero ser a pedra

Fundamental de uma saudade qualquer,

Nem tampouco a violação do impenetrável

Á chave do seu segredo...

Prefiro ser a constatação do

Respeito ao ser humano,

Aquele que dá valor ao que tem

Realmente valor...

Não quero ser o fogo e você a palha

Não quero ser o seu dia

E você minha noite,

Não quero ser um príncipe encantado ,

De uma princesa adormecida ,

Não quero encontrar você

E deixar você perdida,

Apenas quero que nosso encontro

Não seja um ponto pequenino,

Desses que não passam de um

Encontrar de retas diferentes

E depois indiferentes...

Quero que nosso encontro seja

Motivo de uma continuidade

Mais feliz, mais amorosa,

Doce, mais humana...

Não quero ser apenas uma coisa

Nova em sua vida

E depois envelhecer

Quando amanhecer o dia...

Quero apenas dobrar a esquina

Do seu mundo

E deixar a sensação

de que não fui embora!

2 comentários:

  1. Tua poesia é tristemente linda e vai deixando cair todos os véus
    da fantasia para mostrar as vicissitudes desse amor.
    A melancolia é impiedosa , as promessas falazes ulceram as convicções e o cepticismo avassala as ilusões.
    Mesmo permeada de nostalgia, ela revela, a sublimidade de uma afeição sincera que inunda de luz o entendimento, e reabilita a vida para conquistar a felicidade.
    Ela vai goteando perguntas e oferendo respostas, como um riacho que murmura, um pássaro que canta, uma
    flor que desabrocha, um velho que recorda, um moço que espera.
    Não deixe que o desalento invada teu espírito porque partir não é o mesmo que ir embora.
    Permita que a esperança te insufle um alento novo e como um bálsamo cicatrize as chagas e acalme os padecimentos.
    A dinâmica do amor verdadeiro, sempre conduz a alma ao infinito, sob a luz brilhante da eternidade.
    Meu beijo
    G.

    ResponderExcluir