domingo, 12 de dezembro de 2010

Santa Terezinha


SANTA TEREZINHA

Nelson Antonio,
em 13 de 0utubro de 2004.


No meio das rosas, os espinhos.
No meio de espinhos, os homens.
No meio dos homens, mil caminhos
De angústia, miséria e de fome.

Deus, nosso Pai enternecido
Com toda a dor da humanidade
Mandou-nos um anjo parecido
Com os jardins de rosas da Bondade.

Santa Terezinha assim nos veio
Acolher esta gente desenganada
Trazendo mil rosas nos braços cheios
A debulhar bênçãos em sua caminhada.

Doou sua vida neste cultivo
Entregando-se a esta lida extraordinária
E colocando rosas aos pés do Altivo,
Agradecia por ser sua missionária.

Oh Santa das Rosas, doce Terezinha !
Sempre que minh'alma se exaspera
Das dores desta vida tão mesquinha
Eu me prosto aos seus pés em doce espera.

E o perfume que de suas rosas ascende
É o bálsamo que sara minhas feridas
E o seu olhar meigo e complacente
Ilumina minha alma agradecida!

Como um milagre a um pedido seu a Deus
Chove em nossas vidas rosas abençoadas
E em cada alma convertida dos ateus
Renascem milhões de rosas nos jardins do Céu!!! "

Nenhum comentário:

Postar um comentário